Você está em Home Educação Internacional

Graças a uma visão pluralista e ao incentivo às múltiplas competências e habilidades, a Escola Gurilândia, garante a seus alunos uma educação que lhes permite pensar de forma global, desenvolvendo-os de uma maneira integral e levando-os a se conscientizarem de que vivemos num mundo no qual a educação é continuada e as pessoas eternas aprendizes.

Nosso projeto de educação bilíngue preserva a identidade sócio-histórico e cultura brasileira, sem deixar de lado a necessidade do aluno adquirir um amplo conhecimento de cultura internacional, ou seja, de tomar conhecimento da variedade cultural no mundo, sem, porém, perder suas raízes brasileiras. Partimos do princípio de que o aluno deve ser exposto a novas culturas e as vivências que proporcionem uma visão global e universal. O princípio de uma escola bilíngue é que o aluno conheça e entenda novos povos e culturas, através da língua a partir da tenra idade, bem como ganhar uma formação acadêmica bem arredondada, aprofundada e global.

Para proporcionar um aprendizado significativo e real, a Gurilândia foca na aquisição de duas línguas, para tanto, português e inglês serão vivenciados na escola diariamente. A coexistência paralela das duas línguas e do aprendizado de multiculturas desenvolve na criança, além da proficiência em ambas, a habilidade de equacionar os contrastes linguísticos e os diferentes valores culturais.

Além da educação bilíngue a formação do aluno com uma mente internacional é a base do nosso currículo. Formar um cidadão internacional pressupõe oferecer uma educação que insira diariamente valores e instrumentos para desenvolver a tolerância, o questionamento, o pensamento crítico, a comunicação, os princípios e a mente reflexiva, a capacidade de transpor desafios e buscar novos conhecimentos e novas culturas.

É também fundamental o entendimento que nós temos sobre a educação bilíngue. Concordamos plenamente na descrição que Ofélia Garcia traz em seu livro:

“A coexistência paralela das duas línguas e do aprendizado de multiculturas desenvolve a habilidade de equacionar os contrastes linguísticos.”

Nossa principal tarefa é desenvolver no aluno a capacidade de enfrentar o futuro de forma consciente e crítica. Queremos formar cidadãos preparados para viver em um mundo globalizado. Estes terão maiores chances de enfrentar com sucesso e criatividade um mundo competitivo cheio de desigualdades econômicas, sociais e culturais e em contínuo processo de transformação. Para alcançarmos esse objetivo pretendemos oferecer um ambiente onde o inglês é falado e utilizado como veículo de comunicação, onde o aluno estará envolvido com a língua de forma natural, dissociado da obrigatoriedade, assim como acontece com o português.

Nesse sentido, o espaço físico, brinquedos, mobiliários, materiais didáticos e todos os demais recursos disponíveis na escola são cuidadosamente pensados para que os alunos disponham de várias alternativas de ação e descobertas para potencializar a fluência e a precisão nos dois idiomas.

Através de diferentes estímulos, as crianças por estarem em fase de formação, desenvolverão o exercício da cidadania por meio de projetos e expectativas que envolvam a sua interação social e a realidade que o cerca.

Dessa forma, visamos formar não apenas cidadãos bilíngues, mas sim pessoas que saibam lidar com as diferenças, sejam flexíveis nas soluções de problemas e que, acima de tudo, entendam e respeitem a diversidade.

Para cumprir nossa função social precisamos considerar a relação escola/família/comunidade. Somente conseguiremos trabalhar esse tripé realizando uma gestão democrática, onde todos os problemas são analisados, discutidos e solucionados de uma forma coletiva, justa e sensata.

Educação Infantil
Ensino Fundamental
Grupo 1
Grupo 2 ao 5
1 Hora Diária em inglês
2 Horas diárias em inglês
3 Horas diária em Português
2 Horas diárias em Português
Ensino Fundamental
1º Ano ao 5º ano
4 Horas diárias em Português
10 Horas semanais em inglês

Pretendemos, por fim, socializar o trabalho de forma não fragmentada, vinculado à realidade, proporcionando a ampliação das possibilidades culturais dos alunos e da comunidade através do debate das principais questões locais e nacionais, sempre priorizando formar cidadãos bilíngues, críticos, que saibam lidar com as diferenças, sejam flexíveis nas soluções de problemas e, acima de tudo, entendam e respeitem a diversidade.